Damaris Lewis.





Emoji.







A pintura de Hu Ming


A chinesa Hu Ming tem agora 60 anos. Aos quinze anos, filha de medicos do exercito, pediu para tambem se juntar ao Exército de Libertação Popular. Durante algum tempo trabalhou como enfermeira de cirurgia, e uma das suas funcoes era a de transportar bebes mortos e de lhes retirar a pele para que esta pudesse ser usada em transplantes. Inspirada pelos desenhos de Michelangelo, depois da carreira militar, decidiu estudar pintura tradicional chinesa, nomeadamente o estilo Gongbi. Eventualmente emigrou para a Australia, onde vive com o seu parceiro ha mais de 14 anos, onde tem o seu proprio estudio. A sua arte e principalmente sobre a Mulher, e os corpos novos, bronzeados e sexuais que muitas vezes pinta em cenarios militares sao certamente uma forma de exorcizar tanto o seu passado medico como tambem uma forma de rebelia contra o autoritarismo propagandista que marcou e marca e pais onde nasceu. Tambem e conhecida por cruzar pintura tradicional chinesa com elementos mais pop. Ficam aqui alguns dos seus quadros.












Obrigado por tudo.


partying, by robert panda.
http://www.under-dogs.net/shop/partying/

InstaMama.

Sem comentários. Apressem-se a ir ver isto:

https://www.instagram.com/saraunderwood/




Chamar a policia?

Diz que esta agente perdeu o telemóvel. 






InstaMama.

Isto é uma espécie de Ana Malhoa dos ginásios. O mamalhal de plástico aliado às fatiotas do La Feria fazem de Maria Palma uma verdadeira merecedora da rubrica InstaMama. Os vídeos são viciantes. Dêem uma checkada:

https://www.instagram.com/mariapalmafitness/





Lendas da Internet: Christina Model



Tudo comecou com esta imagem. Em 2006, Christina Lucci tornou-se um fenomeno da internet quando apareceu num site de t-shirts com o slogan “Not everything is flat in Florida”. Como nao havia qualquer info sobre ela, a frase tornou-se um sucesso nos motores de busca. E a razao do sucesso esta a vista: a carinha laroca dos seus quinze anos com o seu corpo (bem) desenvolvido de mulher grauda. Mas este foi apenas o inicio. Com 16 anos, para rentabilizar a sua imagem e como era menor, resolveu fundar o seu proprio site sem nudez. No entanto…para espicacar a comunidade masculina, as vezes havia um descuido “acidental” e la se via um dos seus grandes mamilos. E ah, ela saltava, e saltava e saltava.





E ha medida que os meses passaram, comecaram a haver transparencias, t-shirts molhadas, trocas de roupa a frente da camara, etc. Ficou tudo louco com os seus seios naturais quase quase expostos. Foi considerada o “ultimate tease”, uma manobra de marketing exemplar.


Quando finalmente fez 18 anos, os seios libertaram-se das amarras daquelas roupinhas minusculas. 2007 foi um ano memoravel. A primeira foto em topless foi debaixo de agua. Outras se seguiram.



Tambem se percebeu que afinal nao eram uns seios assim tao grandes como as vezes parecia.



Com a idade la se foi a carinha laroca e o corpinho comecou a perder a compustura. Para manter o nivel de fidelizacao era preciso jogar mais ao ataque. E a Christina assim o fez, adicionando ao seu reportorio beijar os proprios seios e ate vibradores.






La para o final a coisa ja nao deslumbrava, e provavelmente haveria mais homens que preferiam pagar para nao a ver fazer mais ordineirices. Eventualmente decidiu nao enveredar pela pornografia, e ainda bem.



Agora com 31 anos podemos dizer que a Christina teve, no entanto, uma boa gestao de carreira. Nos ultimos 16 anos esteve sempre no jogo e soube mudar de aproximacao na altura certa. Infelizmente, o que a vendeu no inicio desapareceu com a idade, e aparentemente ela ainda nao decidiu o que fazer a seguir. Ela continua no ramo, pelo nome de Deb Gooden. Se quiserem passar para dizer ola, aqui esta o seu ultimo perfil.

Oh.

Cake Farts

video

Outra lenda dos videos fetiche. Tanya C. Zanette, uma mae solteira do Canada decidiu fazer um bolinho de chocolate e filmar a cena no conforto da sua casa. Conseguiu combinar sustentadamente dois fetiches: sitofilia (comida) com epoctrofilia (flatulencia). A forma como ela nos guia suavemente para este prazer de donas de casa solitarias e culmina com o seu esfincter aberto a soltar um sonoro peido coberto de chocolate é, na verdade, o mais puro grito anarquico contra o papel que algumas mulheres sao levadas a tomar pela imposicao social de uma relacao que a faz tornar dependente e refem de um homem, eternizando uma posicao infantil na sociedade.